AGRESSÃO FÍSICA

por Marcilio Bartolomeu Silva e Souza publicado 19/03/2017 18h30, última modificação 19/03/2017 18h33
VEREADOR IRMÃO CARLOS-SD REPUDIA ATO DE AGRESSÃO FÍSICA DO PREFEITO MARCONI BARRETO CONTRA SERVIDORA DO MUNICÍPIO, NO MÊS EM QUE SE COMEMORA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Não bastasse a queda de braço travada entre o prefeito Marconi Barreto e o Sindicato da Educação de Ceará-Mirim, na última quarta-feira 15/03, uma sindicalista e servidora do município foi agredida fisicamente pelo prefeito Marconi Barreto-PSDB.

O fato aconteceu no interior da Secretaria Municipal de Educação, e vazou por meio de um vídeo que imediatamente se espalhou nas redes sociais, mostrando o exato momento em que o prefeito agride a servidora com uma cotovelada acertando à altura do seio da sindicalista.

Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal na quinta-feira 16/03, o vereador Irmão Carlos-SD utilizou o horário do uso da tribuna para repudiar o que classificou de falta de equilíbrio e de respeito ao povo de Ceará-Mirim.

“Ele tem que ter equilíbrio, ser um homem equilibrado, extremamente equilibrado. Sabe por que? Porque está sendo pago pelo povo para ser prefeito de Ceará-Mirim. Esse foi um fato inédito no Brasil, num momento em que acaba-se de se comemorar o Dia Internacional da Mulher. Eu repudio esse tipo de ação de quem quer que seja”, disse o vereador Irmão Carlos.

O parlamentar ainda chama a atenção, sobre o que estaria tirando o sono do prefeito, uma vez que, ele anda nervoso, preocupado e perdendo o equilíbrio.

O vereador disse também, que o prefeito Marconi Barreto não se preparou para ganhar e muito menos para governar o município.

“Quando se trata de coisa pública, se trabalha com pessoas que estudaram, prestaram concurso e merecem o respeito seja lá qual for o gestor que aí esteja, porque são eles, os servidores e servidoras, o maior patrimônio do município”, destaca o vereador Irmão Carlos.

O edil finalizou o seu discurso falando de sua indignação pelos atos de arbitrariedades do prefeito Marconi Barreto.

“Aqui fica o meu repúdio, fica a minha indignação, porque Ceará-Mirim tá pagando um preço que não deveria pagar. Na história de Ceará-Mirim nunca se viu uma aberração dessa, um fato que chamou a atenção de todo o Rio Grande do Norte, e isso eu considero falta de equilíbrio, falta de respeito para com a população da nossa cidade”, finalizou o vereador Irmão Carlos.

 

Câmara Municipal de Ceará-Mirim

Assessoria de Comunicação Social

Jorge Moreira – (84) 99139-7320

Jorgemoreira2008@hotmail.com